WINDOWS:: SERVIDORES – BACKUP DO DNS

Logo do Windows Server

“BACKUP DO SERVIDOR DNS”

Nível Avançado.

Acredito que assim como eu você já deve ter tido ou têm a necessidade de fazer Backup do servidor DNS. Alguns conhecidos acreditam que o ideal seja fazer um clone completo do disco, outros utilizando ferramentas do mercado, etc. Em vista desta necessidade e acrescentando outra ainda mais importante que é, ter um plano de recuperação de desastre eficiente e rápido. Conheci esta técnica quando utilizava as versões do Windows Server 2003, mas ela já foi utilizada também no Windows Server 2008 e acredito que continue valendo para as versões recentes. Esta é uma técnica que exige um trabalho delicado e atento mas é muito eficiente. Envolve desde exportar algumas chaves de registros importantes ao funcionamento do serviço até a exportação dos dados no servidor.

Visto ser um artigo com conteúdo avançado, não serão descritos passo a passo como acessar o registro do Windows, encerrar ou iniciar um serviço e iniciar o Windows Explorer, tendo em vista de que você já possui estes conhecimentos básico. Além disso, qualquer alteração ou manipulação do Registro do Windows deve ser feito por um profissional experiente. Se você seguir os procedimentos abaixo esteja ciente estar fazendo por sua conta e risco.

O procedimento

1 – Primeiro você deverá interromper o serviço de DNS no Windows.

2 – após encerrar o serviço de DNS, vamos a primeira extração de informações: inicie o Regedit localize a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\System\CurrentControlSet\Services\DNS. Note a imagem seguinte:

Chave do DNS
Localizar primeira chave do DNS no registro

3 – Clique com o botão do mouse sobre “DNS” e selecione Export. Atribua um nome como por exemplo FILE1_BKP_DNS_DD_MM_AA (onde DD se refere ao dia, MM ao mês e AA ao ano. Por exemplo FILE1_BKP_DNS_02_07_16.reg). Então salve o arquivo em um lugar seguro.

4 – Mas ainda resta uma chave. Siga para HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\DNS Server.Note a próxima imagem:

Chave do DNS no registro
Localizar segunda chave de registro do DNS

5 – Clique com o botão do mouse sobre “DNS Server” e selecione Export. Atribua um nome como por exemplo FILE2_BKP_DNS_DD_MM_AA (onde DD se refere ao dia, MM ao mês e AA ao ano. Por exemplo FILE2_BKP_DNS_02_07_16.reg). Então salve o arquivo em um lugar seguro.

Até aqui você deve ter dois arquivos de Registro chamados FILE1_BKP_DNS_DD_MM_AA.reg e FILE2_BKP_DNS_DD_MM_AA.reg. Não preciso dizer nada sobre DD, MM e AA, ok? 😉

6 – Então abra o Windows Explorer e siga para o diretório %Systemroot%\Windows\System32\DNS. Note que haverá um ou mais arquivos com extensão .dns. Copie todos estes arquivos e deixe-os de preferência na mesma pasta onde foram salvo os arquivos exportados do registro. Note a imagem:

Arquivos do DNS no disco
Arquivos do DNS a serem copiados

Claro que se preferir pode copiar a pasta DNS inteira a fim de não correr risco de perder algum arquivo.

Após efetuar estes passos, você possui uma cópia integral do DNS, em outras palavras, um Backup. Lembre-se porém que, caso haja necessidade de restaurar estes arquivos novamente como parte de um processo de recuperação de desastre, você deverá adicionar o papel de servidor DNS a um servidor com o mesmo hostname deste que você acaba de extrair os dados. Assim, leve em consideração a necessidade de documentar todo o processo incluindo nome do servidor, IP, etc.

Para recuperar os arquivos em um servidor com o papel de DNS, hostname e IP semelhante ao original, é muito simples, suponhamos os arquivos estejam no seguinte caminho d:\setup\dns\:

1– Primeiro interrompa o serviço de DNS no novo servidor e copie os dados para o local original:

copy d:\setup\dns\*.dns c:\windows\dns

2 – Em seguida execute os arquivos para que os dados possam ser escritos no registro do Windows:

call d:\setup\dns\FILE1_BKP_DNS_02_07_16.reg
call d:\setup\dns\FILE2_BKP_DNS_02_07_16.reg

3 – Feito isso, inicie novamente o serviço de DNS no Windows. O serviço deverá funcionar exatamente como funcionava no primeiro servidor de onde foram extraídos os dados.

Talvez você se pergunte: É possível subir um servidor de DNS com um hostname e IP definidos diferentes dos que estavam no servidor original e restaurar este arquivos de cópia do DNS sobre este? Sim, eu mesmo já fiz isso e aviso de antemão que é muito trabalhoso. ANTES de importar os arquivos, será necessário realizar alterações em todos os arquivos extraídos, localizando cada local com o hostname do servidor original. Então para cada um deste, substituir pelo hostname do futuro servidor. Este procedimento está fora do escopo deste artigo.

Acredito que este procedimento será muito útil. Se você gostou ou foi útil “curta este artigo” e fique a vontade para deixar seu comentário.

[]’s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.