BACKUP:: Suporte a Redes

Ícone Backup

Backup

BACKUP:: Suporte a redes – Política de Backup

– Recentemente, na empresa onde estou atuando, fui incumbido de criar um plano de Backup para atender uma deficiência do sistema atual. Ter uma política de recuperação de desastre, backup e restore de dados é sempre importantíssimo e essencial. Porém, nem sempre isso é tão simples. Em todas as vezes que precisei criar algo deste tipo, precisei rever material da faculdade, estudar livros e materiais online a fim de apresentar algo conciso. Adiante, apresento o conteúdo de um documento intitulado: Proposta para nova política de Backup. Este documento pode ser base ou, com pequenas edições se tornar um documento de política de Backup.

Visto que, ao conversar com alguns colegas de profissão ou da área de TI, volte outra me fazem sugestões sobre: porque não falar sobre políticas de TI ou recuperação de desastre, resolvi aproveitar um rascunho do que tem sido desenvolvido e apresentar aqui no blog. Talvez hajam informações com necessidades de revisão ou algo até corrição. Mas o objetivo aqui, também não é necessariamente ensinar passo a passo como criar uma política de Backup. Pretendo apresentar a você uma base para desenvolver a sua proposta. Você pode até utilizar esta mesma mas, lembre-se que isso nem sempre é tão seguro, visto que, cada ambiente e cada empresa possuem suas necessidades particulares. Assim, espero que este artigo possa lhe ajudar ou dar um norte para começar a desenvolver sua própria política de Backup.

Este material não está completo pois, faltam informações sobre o software de gerenciamento de Backup bem como a tratativa para Backups de imagens de máquinas virtuais. Também não contém nenhuma atividade técnica, apenas teoria. Entretanto é muito interessante, pois apresenta uma explicação rápida sobre Backup, seus tipos (Full, Incremental e Diferencial) e até mesmo, uma breve abrangência com exemplos do padrão GFS, muito usado nas empresas pelo mundo todo.

Aqui também não se pretende defender um tipo ser melhor do que outro, assim como é comum usuários optarem por Incremental ao invés do diferencial. Seu planejamento deve levar em conta o tamanho dos armazenamentos, tipos de dados (Multimídia, banco de dados, códigos fontes, etc).

PROPOSTA PARA NOVA POLÍTICA DE BACKUP

1. Introdução

O presente documento estabelece uma proposta para política de cópias de segurança (backup) e restauração de arquivos digitais armazenados no parque tecnológico desta empresa. Havendo aprovação deste documento por parte da diretoria, o mesmo poderá ser convertido em documento oficial sendo parte das políticas de Tecnologia da informação.

Referente aos proprietários de informações e dados: deverão ter ciência dos tempos de retenção aqui estabelecidos para cada tipo de informação e os administradores/operadores de backup deverão zelar pelo cumprimento das diretrizes aqui estabelecidas.

2. Considerações iniciais

O serviço de backup deve ser orientado para a restauração das informações no menor tempo possível, principalmente havendo indisponibilidade de serviços que dependam da operação de restauração.

Este documento deverá ter conhecimento e anuência da Diretoria.

3. Definição de Backup e tipos de estratégias

Backup significa cópia de segurança [do inglês: backup]. É a cópia de dados de um dispositivo de armazenamento a outro visando a redundância segura de informações. Em caso da perda dos dados originais, os dados salvos em backup poderão ser restaurados. Entre as necessidades deste tipo de segurança, estão exclusões acidentais, sobrescrita acidental ou corrupção de qualquer outra forma aos dados originais.

O mais básico e completo tipo de backup é o “completo” ou full. Como o próprio nome diz, o backup completo faz cópias de todos dados para outro conjunto de mídia, que pode ser fita, disco rígido, DVDs ou CDs. Se uma organização possui a política de realizar backup todos os dias, todos os dados serão copiados diariamente, independente de terem sido modificados ou não.

3.1. Backup diferencial

Significa a cópia de segurança de todos os dados novos ou alterados após o último backup completo.

3.1.1. Funcionamento do Backup diferencial

Na primeira execução, faz se backup dos arquivos alterados após o último backup completo.

Na segunda execução, faz se o backup dos arquivos alterados após o último backup e mais os arquivos alterado após o último backup diferencial.

Na terceira execução, faz se o backup da soma dos dados no primeiro e segundo backup diferencial e mais os arquivos alterados após o ultimo backup diferencial, ou seja, o segundo backup diferencial. E segue-se desta forma sucessivamente.

Backup Diferencial

Sexta-feira

Sábado

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

12GB

2GB

2GB

10GB

2GB

8GB

2GB

6GB

2GB

4GB

2GB

2GB

  Backup completo
  Backup Diferencial: Dados novos ou alterados
  Backup Diferencial: Dados do backup(s) diferencial anterior (es) somados ao dados novos ou alterados

3.1.2. Restauração do Backup diferencial

Para restaurar backup do tipo diferencial, será necessário o backup completo e mais o último backup diferencial.

3.2. Backup incremental

O backup incremental é a cópia de todos os dados que foram modificados desde o último backup anterior de qualquer tipo. Significa isto que, o último backup pode ser um backup completo, diferencial ou mesmo incremental.

3.2.1. Funcionamento do Backup incremental

Um backup completo é realizado inicialmente e nos backups subsequentes são copiados apenas os dados alterados ou criados desde o último backup realizado, podendo ser o backup inicial ou outro backup seguinte ao backup inicial. O tipo Backup incremental fará cópia de segurança apenas dos últimos arquivos alterados, conforme se nota na figura seguinte:

Backup Incremental

Sexta-feira

Sábado

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

12GB

2GB

2GB

2GB

2GB

2GB

2GB

  Backup completo
  Backup Incremental: Dados novos ou alterados

3.2.2. Restauração do Backup incremental

Para fazer a restauração do Backup do tipo incremental, será necessário o Backup completo e mais todos os outros backups realizados após o Backup completo. Pela ilustração do tópico 3.2.1 é possível entender o porquê desta necessidade.

Esta informação se baseia em restauração completa a partir do Backup Completo. Entretanto, como o volume a ser restaurado nem sempre será tão extenso, nem sempre serão necessários todos os backups desde o Backup completo.

A desvantagem de se utilizar o Backup diferencial em relação ao incremental se refere à janela de tempo para o processo que aumenta a cada execução, visto que há uma soma de dados a cada dia. A ilustração do tópico 3.1.1 apresenta o motivo de haver o aumento significativo na janela da operação de Backup diferencial: os dados são somados a cada nova operação.

4. Orientações Gerais:

Cabem aos administradores prever a realização de testes periódicos de restauração, no intuito de averiguar os processos de backup e estabelecer melhorias.

A administração dos backups também deve ser orientada para que seus trabalhos respeitem as janelas para execução, inclusive realizando previsão para a ampliação da capacidade dos dispositivos envolvidos no armazenamento.

As mídias (ou dispositivos de armazenamento) deverão ser armazenadas em cofre corta-fogo, ou em localidade diversa da origem dos dados (backup off-site).

As mídias defeituosas ou inservíveis serão destruídas de forma a evitar recuperação dos dados por terceiros.

As solicitações de restauração de arquivos deverão ser requisitadas formalmente através da ferramenta de abertura de chamados, contendo os nomes dos arquivos e pastas que deverão ser recuperados e, principalmente, a data do arquivo que se pretende restaurar.

5. Estratégia Geral Backup:

De acordo com a natureza dos dados trazemos a seguinte classificação:

  • Arquivos dos Sistemas Operacionais;

  • Servidores de Arquivos;

  • Bancos de Dados;

  • E-mails;

5.1. Backup de Arquivos do Sistema Operacional

No caso de servidores Windows, deve ser composto pelo “System state” e modo “Bare metal”, juntamente com o Backup da unidade de disco rígido ou volume que contém a instalação do Sistema Operacional. Este tipo de Backup prevê o menor tempo de restauração em caso de desastre. A extensão do arquivo de backup para este tipo de Backup pode variar conforme o tamanho do disco rígido, onde se mantém toda a instalação do sistema operacional, bem como sua instalação.

5.2. Backup de Servidores de Arquivos

O backup do servidor de arquivos, se a cópia de segurança dos volumes compartilhados para departamentos e perfis de usuários móveis.

5.3. Backup do Banco de Dados

O ambiente tecnológico da Empresa conta com dois tipos de SGDBs: Firebird e Microsoft SQL Server. Para Sistemas de Bancos de dados devem-se utilizar ferramentas de Backups próprias. No caso do Microsoft SQL Server é possível criar Jobs de agendamento para tipos distintos tais como: completo, incremental, diferencial. Já para o Firebird, também há uma ferramenta da Firebird Foundation conhecida como gbak. Todavia, esta ferramenta apresenta apenas a opção de backup completo.

5.4. Backup dos e-mails

O backup de e-mails se refere ao volume compartilhando onde se armazenam os arquivos de dados do Outlook.

5.5. Agendamento de Backups

Por padrão será adotada o seguinte esquema de realização de backups, baseado no esquema GFS (Tópico 6)

  • Backups diferenciais (denominados diários) de segunda-feira à sexta-feira, realizados a partir das 8h00., com uma semana de retenção;

  • Backups diferenciais (denominados diários) de sábado à domingo, realizados a partir das 20h00, com uma semana de retenção;

  • Backup completo (denominado semanal) realizado todas as sextas-feiras a partir das 20h00, com uma semana de retenção;

Backup semanal

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Sábado

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Completo

Backup Diferencial

  • Este padrão adotado exige uma definição de ao menos três pools diferentes:

    • pool para seis unidades de backup para backups Filhos;

    • pool para quatro unidades de backup para Backups Pais;

    • pool para 12 unidades de backup referente aos Backups Avôs;

5.5.1. Modelos para rotina mensal:

Mês Exemplo 1

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Sábado

1

2

3

4

5

6

7

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Avô*

Backup Diferencial Filho

8

9

10

11

12

13

14

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

15

16

17

18

19

20

21

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

22

23

24

25

26

27

28

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

29

30

31

1

2

3

4

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai*

Backup Diferencial Filho

* Note que o Backup Completo mensal do Tipo Pai sempre inicia na primeira sexta-feira do mês. Este Backup se torna automaticamente o Backup Avô. Este padrão é comum entre as empresas devido a variações do calendário, ou seja, meses com quatro semanas e meses com cinco semanas. Todavia, este padrão não leva em conta dia do mês em que o Backup mensal é realizado, apenas o dia da semana, que deve ser obrigatoriamente a primeira sexta-feira do mês.

Mês Exemplo 2

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Sábado

29

30

31

1

2

3

4

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Avô*

Backup Diferencial Filho

5

6

7

8

9

10

11

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

12

13

14

15

16

17

18

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

19

20

21

22

23

24

25

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai

Backup Diferencial Filho

26

27

28

29

30

1

2

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Diferencial Filho

Backup Completo Pai*

Backup Diferencial Filho

Seguindo esta estratégia, temos:

  • Backups semanais (Completos), com retenção de uma semana;

  • Backup mensal (Completo – backup completo feito na primeira semana do mês)

  • Backups semestrais (Completos – backup completo feito na primeira semana do mês de Junho), com retenção de seis meses; Ou sendo preferência por parte da diretoria da Empresa, O backup mensal poderá ser composto também em adicional, pelo ultimo backup diferencial do mês de Junho.

  • Backups Anuais (Completos – backup completo feito na primeira semana do mês de Dezembro), com retenção de um ano; Ou sendo preferência por parte da diretoria da Empresa, O backup anual poderá ser composto também em adicional, pelo ultimo backup diferencial do mês de Dezembro.

5.5.1.1. Planejamento de agenda de tarefas, com foco no servidor de arquivos da Empresa:

As tarefas previstas para período da manhã dão ênfase a uma melhor redundância de informações, entretanto é opcional e poderá ser decidido pela diretoria da Empresa.

TAREFAS AGENDADAS PARA MANHÃ

ERP

Sistema1

Sistema2

Pastas dos Departamentos

Dados dos usuários (Perfil, emails)

08:00

09:00

10:00

11:00

12:00

Domingo

None

None

None

None

None

Segunda-feira ERP_diff_manhã Sis1_diff_manhã Sis2_diff_manhã deps_diff_manhã users_diff_manhã
Terça-feira ERP_diff_manhã Sis1_diff_manhã Sis2_diff_manhã deps_diff_manhã users_diff_manhã
Quarta-feira ERP_diff_manhã Sis1_diff_manhã Sis2_diff_manhã deps_diff_manhã users_diff_manhã
Quinta-feira ERP_diff_manhã Sis1_diff_manhã Sis2_diff_manhã deps_diff_manhã users_diff_manhã
Sexta-feira ERP_diff_manhã Sis1_diff_manhã Sis2_diff_manhã deps_diff_manhã users_diff_manhã
Sábado

None

None

None

None

None

As tarefas previstas para período noturno são essenciais dão ênfase a um melhor desempenho, visto que poucos usuários poderão estar conectados a rede no momento em que se executa o Backup.

TAREFAS AGENDADAS PARA NOITE

ERP

Sistema1

Sistema2

Pastas dos Departamentos

Dados dos usuários (Perfil, emails)

20:00

21:00

22:00

23:00

00:00

Domingo ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite
Segunda-feira ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite
Terça-feira ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite
Quarta-feira ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite
Quinta-feira ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite
Sexta-feira ERP_FULL Sis1_FULL Sis2_FULL deps_FULL users_FULL
Sábado ERP_diff_noite Sis1_diff_noite Sis2_diff_noite deps_diff_noite users_diff_noite

O software utilizado na Empresa tem sido o Cobian. Estas rotinas não foram testadas no Cobian mas antes tem como base software proprietários.

5.6. Mídia para Backup

O padrão adotado na Empresa até este momento consiste:

  • Backup Temporário em Storage dedicada Iomega

  • Retenção em disco rígido externo.

O tempo de retenção proposto é de ao menos um mês. Serão necessárias unidades de disco rígido externo suficiente para cópia de Backup semanal completa. Utilizando este modelo e tendo em vista a necessidade de disponibilizar equipamento para diretoria todas as sextas-feiras, será necessária uma tarefa agendada especial que fará a cópia de todos os backups para esta unidade de disco rígido externo todas as quintas-feiras, iniciando à 01h00 da Sexta-feira. Portanto, o backup semanal entregue a diretória, sempre será referido ao da sexta-feira anterior.

Backup semanal

Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Quinta-feira

Sexta-feira

Sábado

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Diferencial

Backup Completo

Backup Diferencial

Tendo a tabela acima como referência, tem se que todos os backups entregues a diretória, serão contados como semanais [ou mensais ou anuais], iniciando às sextas-feiras e terminando as quintas-feiras. Com esta estratégia, o backup realizado durante toda semana será feito na Storage, mas o backup semanal, entregue a diretoria será uma cópia feito da Storage para a unidade de disco rígido externo. Em caso de backups Avôs (Mensais e Anuais), deverão ser retidos por maior tempo conforme informações do tópico 5.5.

Algo a se definir, porém, para este plano de Backup serão as retenções mensais, semestrais ou anuais, conforme especificado no tópico 5.5. Além disso, tendo-se em vista a retenção semestral ou retenção anual, faz-se necessária a identificação de quantas unidades de disco rígido externas serão necessárias para seguir o modelo. Se a política adotada pela diretoria for de manter o Backup retido semestralmente, o orçamento previsto será de seis unidades de disco rígido para retenção mensal, além de quatro unidades de disco rígido para retenção semanal.

Pools de Backup
Pools de Backup

Cada número acima representa uma unidade de disco rígido, portanto, no cenário da Empresa será necessário um total de 10 unidades de disco rígido externo para uma retenção semestral ou 14 unidades de disco rígido para retenção Anual. O pool diário será adotado utilizando-se a unidade Storage Dedicada Iomega.

Todavia, ainda há uma última opção, como retenção mensal. A retenção mensal foge dos padrões GFS e não é comum na empresa. Este método elimina o pool Semestral ou Anual. Entretanto, mesmo adotando-se este método, serão necessário quatro unidades de disco rígidos para formar o pool semanal.

Observação: Empresa possui dois HDs que retém a cópia das informações por 15 dias. Adotando-se um dos modelos acima, retificam-se os requisitos para a quantidade de unidades especificadas conforme a opção de retenção, menos duas unidades de disco rígido externo.

Tendo em vista a retenção e os investimentos necessários para atendê-la [a retenção], justifica-se por investimento uma unidade drive de Fita externo, estojos com as fitas (21 Necessárias para FGS padrão de indústria), controladora para conectar a unidade drive de Fita externo e mais um software de gerenciamento.

6. Definição do Esquema GFS (Grandfather-father-son backup)

Conforme a Wikipédia, Grandfather-Father-Son Backup se refere ao mais comum esquema de rotação de mídias para backup. Originalmente concebido para o backup em fitas, funciona bem para qualquer estrutura de backup hierárquico. O método básico consiste em criar 3 conjuntos de backup, sendo um diário, um semanal e outro mensal. Os backups diários ou “filhos” são rotacionados a cada dia com um semanal (ou pai) a cada semana. O backup semanal é rotacionado, em bases semanais, com um mensal (“ou avô”). (Ocasionalmente, um volume pode ser removido do esquema para estabelecer um marco (milestone), ou para fins de Disaster Recovery).

Os administradores de rede consideram o GFS como método mais simples e efetivo de rotação de fitas.

A estratégia de rotação GFS é baseada numa agenda de 7 dias (Domingo – Sábado), na qual é feito ao menos um backup completo a cada semana. Nos demais dias, são feitos backups diferenciais (diários).

O backup completo realizado durante a semana (geralmente na sexta-feira à noite, ou sábado), será sempre considerado como “backup semanal”.

OBS: Em caso de Fitas – fitas diárias podem ser recicladas depois de sete dias e as semanais após um mês

Na terminologia GFS, o backup diário é o filho e o semanal, o pai. O último backup full de cada mês (o primeiro ou ainda outro), será considerado o backup mensal (monthly) – ao invés de semanal. Este é o avô. Os backups mensais devem ser armazenados por um período maior (meses, ou até anos), de acordo com a política de backup existente.

6.1. Benefícios:

  • Proteção de seus arquivos com um mínimo número de fitas (normalmente apenas uma ou duas são necessárias para o “restore” de um servidor), reciclando (sobrescrevendo) algumas fitas e arquivando outras.

  • Reduzem o desgaste das fitas e/ou outros dispositivos ligados ao “storage”.

  • Facilidade na localização de arquivos armazenados, devido à sistematização dos “backups”.

 

Conclusão do Artigo

Mais uma vez o objetivo até aqui, não é necessariamente ensinar passo a passo como se criar uma política de Backup. A proposta foi apresentar a você uma base para desenvolver a sua proposta de política de Backup. Você pode até utilizar esta mesma mas, lembre-se que isso nem sempre é tão seguro, visto que, cada ambiente e cada empresa possuem suas necessidades particulares. Exemplo de particularidades são: Tamanho dos armazenamentos, tipos de dados (Multimídia, banco de dados, códigos fontes, etc). Se você gostou, não deixe de se manifestar. Você pode até apresentar sua opinião sobre o que se pode melhorar nela. Mas o importante é “todos nós nos ajudarmos”!

[]’s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.